terça-feira , 19 setembro 2017
Capa > Diversos > Quebrei um poste de energia em acidente, tenho que pagar?

Quebrei um poste de energia em acidente, tenho que pagar?

Seja bem vindo(a)

Você está na categoria Diversos, leia sobre Quebrei um poste de energia em acidente, tenho que pagar?, e outros relacionados sobre Diversos e faça bom uso do conteúdo!
Compartilhe!

Quebrei um poste em acidente, tenho que pagar?

SIM | Postes, pontes, guard-rails e etc. Se você danificar qualquer um deles em um acidente de trânsito, pode pôr na conta a reparação ou a substituição das estruturas, além do conserto do carro. Se o choque for contra um poste, torça para ter abalroado um dos mais simples: dependendo do tipo, o prejuízo pode passar de R$ 7 mil.

Segundo a AES Eletropaulo, que distribui energia elétrica na região metropolitana de São Paulo, um poste com estruturas básicas – circuito primário, ramais de ligação de clientes de baixa tensão e braço de iluminação pública – custa R$ 3,8 mil. Já se ele tiver equipamentos de grande porte, como transformadores, pode atingir R$ 7,5 mil. No Paraná, de acordo com a Copel, o conserto costuma sair por R$ 2.613,55, o que inclui materiais, equipamentos, deslocamento de pessoal e mão de obra.

A prefeitura, ou a empresa que fornece energia, costuma parcelar a dívida. Caso o motorista não tenha condições de arcar com a despesa, pode ter os bens penhorados ou o nome incluído na lista de inadimplentes da concessionária. Mas, e se a culpa não tiver sido de quem bateu? Bem, cada lugar segue uma regra. Em São Paulo, são exigidas provas incontestáveis para liberar esse condutor do pagamento. Já em Curitiba, não adianta: o dano é cobrado de quem colidiu contra o poste.

Compartilhe!


O que acha? Adicione um comentário.
Este artigo sobre Quebrei um poste de energia em acidente, tenho que pagar?, aborda alguns assuntos relacionados com Diversos, e foi atualizado em 2010-08-16
Compartilhar
Compartilhar