quinta-feira , 19 janeiro 2017
Capa > História do Brasil > Do Feudalismo ao Capitalismo Comercial

Do Feudalismo ao Capitalismo Comercial

Seja bem vindo(a)

Você está na categoria História do Brasil, leia sobre Do Feudalismo ao Capitalismo Comercial, e outros relacionados sobre História do Brasil e faça bom uso do conteúdo!

Trabalhos sobre história do Brasil – Do Feudalismo ao Capitalismo Comercial

Do Feudalismo ao Capitalismo Comercial

Para entender a descoberta e a colonização do Brasil, a partir do século XVI, é fundamental um estudo sumário da transição do feudalismo para o capitalismo comercial na Europa dos fins da Idade Média (séculos XIV e XV).
Entre os europeus, o período medieval durou do século V ao XV e foi dividido em dois grandes momentos: a Alta Idade Média, do século V ao X, e a Baixa Idade Média, do século XI ao XV.

Uma idade das trevas

É errada a afirmação de que todo período medieval foi um tempo de obscurantismo e crise na sociedade européia. Essas características podem ser atribuídas apenas ao período da Alta Idade Média, iniciado com a queda do Império Romano do Ocidente invadido pelos bárbaros germânicos.

O fim do Império Romano do Ocidente

O antigo Império Romano organizou-se em torno do Mar Mediterrâneo, ocupando terras da Europa, do Norte da África e do Oriente Médio.

Especialmente na sua parte ocidental, o Império começou a entrar em crise no século IV da nossa era. A economia sofreu um processo de atrofiamento *, causado pela crise do escravismo e por uma altíssima e persistente inflação que contribuiu para desestimular as atividades produtivas, e levou ao abandono de grande parte da agricultura e do artesanato. A crise econômica resultou em contínuas lutas sociais e políticas que enfraqueceram a autoridade imperial e abriram as portas às invasões de bárbaros germânicos e hunos.

No ano de 395 (século IV), em meio à crise, operou-se a divisão entre as partes ocidental e oriental do mundo romano. O Oriente, chamado Império Bizantino, durou ainda mil anos, prosperou fazendo comércio com a 1ndia, China e outros países orientais, e só desapareceu em 1453 com a tomada de Constantinopla pelos turcos. O Império do Ocidente morreu durante o século V, numa agonia lenta, enquanto suas terras eram ocupadas por diversos povos bárbaros * originários da região da Germânia.

Da antiga civilização romana, a única instituição que permaneceu foi a Igreja Cristã. Surgido na Palestina, no século I da nossa era, o Cristianismo espalhou-se pelo mundo mediterrâneo. O número de cristãos crescia continuamente, não obstante as perseguições sofridas pela nova religião por parte das autoridades romanas. O Império Romano já se encontrava no auge da crise, quando o Cristianismo tornou-se religião oficial, passando a possuir um clero organizado. Com o fim do Império do Ocidente, os padres da Igreja passaram a converter os bárbaros germânicos ao Cristianismo, tarefa que só chegou ao fim por volta dos anos mil.



O que acha? Adicione um comentário.
Este artigo sobre Do Feudalismo ao Capitalismo Comercial, aborda alguns assuntos relacionados com História do Brasil, e foi atualizado em 2011-05-22