quarta-feira , 23 agosto 2017
Capa > Utilidades > Como viajar com crianças

Como viajar com crianças

Seja bem vindo(a)

Você está na categoria Utilidades, leia sobre Como viajar com crianças, e outros relacionados sobre Utilidades e faça bom uso do conteúdo!
Compartilhe!

viajar-com-criançaA maioria das crianças tem-tendência para se aborrecer ou ficar irrequieta e irritável durante uma longa viagem de automóvel. Tente-transformar uma viagem maçante e longa num passeio interessante.
Verifique se as crianças conseguem olhar pela janela do automóvel. As crianças mais velhas devem usar o cinto de segurança. Se o seu automóvel não possui cintos de segurança atrás, é aconselhável mandar colocá-los, As crianças menores devem sentar-se em cadeirinhas para automóveis instaladas no banco traseiro.
Na véspera da partida, mostre às crianças mais velhas o percurso da viagem no mapa. Selecione os locais interessantes para ver ou visitar durante o caminho.

Ao calcular o tempo de chegada ao seu destino, não se esqueça de contar com paragens não programadas e não tente recuperar uma hora ou duas aumentando a velocidade.
Certifique-se de que tem bebidas suficientes e alimentos nutritivos para fazer refeições leves, fraldas descartáveis e comida para bebê, além de sacos plásticos para o caso de ENJOO EM VIAGENS ou outros contratempos.

Mantenha o automóvel bem arejado e pare com freqüência. Utilize as áreas de serviço das auto-estradas, onde as crianças podem correr e brincar sob a sua vigilância. Entreter crianças que começaram a andar é bem mais difícil. Além dos brinquedos a que estão habituadas, leve algumas surpresas, exibindo-as de vez em quando.
Atravessar grandes cidades pode implicar freadas e arranques freqüentes. Tente evitar o aborrecimento das crianças fazendo jogos com as luzes do tráfego. Quando o carro pára num sinal vermelho, cada ocupante tenta adivinhar quando é que o sinal ficará verde. Se um jogador pensa que o sinal está quase mudando, grita: “Muda!”. O vencedor da partida é a última pessoa que tiver gritado antes de o sinal ter ficado verde.

Seguem -se três sugestões de jogos para entreter crianças durante uma viagem.

Jogos das marcas

Número de jogadores: qualquer número. Supervisão de um adulto: adulto ou criança mais velha para esclarecer dúvidas, especialmente no que se refere a marcas e modelos.
Cada jogador deverá escolher uma determinada marca e respectivo modelo de automóvel. Será vencedor aquele que, ao fim de um tempo previamente estipulado, tiver detectado na estrada um maior número de automóveis da marca e do modelo escolhidos.

Tênis de letreiros Número de jogadores: dois.
Supervisão de um adulto: não é essencial, desde que os jogadores compreendam o sistema de pontuação do tênis.
Este jogo, no qual o elemento sorte exerce também a sua influência, suscita o entusiasmo das crianças observadoras. O sistema de pontuação é semelhante ao do tênis.
Cada jogador escolhe um lado da estrada como seu campo e consegue pontos localizando letreiros de pousadas, hotéis e restaurantes.
O primeiro a ver um letreiro do seu lado marca 15-0; se o seu adversário loca-
VIAJAR COM DEFICIENTES
liza outro letreiro, a pontuação passa a ser 15-15, e assim sucessivamente. A seqüência da pontuação é: 0-15-30-40-game.
Se, por coincidência, se verificar um empate, pontuando ambos os jogadores 40, o que marcar a seguir alcançará “vantagem” e ganhará o jogo se voltar a marcar; se, porém, for precedido pelo adversário nessa segunda marcação, empatam de novo. O jogo continua até um jogador com vantagem conquistar mais um ponto.

Provérbios para adormecer

Número de jogadores: qualquer número. Supervisão de um adulto: contando com o fator sorte, apenas o tempo suficiente para começar.
Quando escurece e a paisagem deixa de proporcionar meios de entreter as crianças, é chegada a hora de arranjar jogos que as façam dormir. A recitação lenta de provérbios, intercalando as palavras com pausas, é uma das formas de conseguir esse objetivo. Por exemplo: “Mais … vale … um … pássaro … ”
Nessa altura, se não antes, alguém provavelmente já adivinhou as palavras restantes: cc ••• na mão do que dois voando”.
Ao vencedor desse round: o primeiro a adivinhar acertadamente o fim do provérbio – deve ser dada a oportunidade de indicar o provérbio seguinte.

Eis alguns para praticarem:

“Quanto mais depressa (mais devagar)”; “Quem se mete por atalhos (não se livra de trabalhos)”; “Depressa e bem (há pouco quem)”; “Candeia que vai à frente (alumia duas vezes)”; “Todos os caminhos (vão dar em Roma)”; “Quem ara e fia (ouro cria)”; “Quem quer vai (quem não quer manda)”; “O seguro (morreu de velho);, “Nem tudo o que reluz (é ouro)”; “Um homem prevenido (vale por dois)”; “De boas intenções (o Inferno está cheio)”; “Longe da vista (longe do cor ão)”; “Cada cabeça (sua sentença)”; “Ca erra com seu uso (cada roca com seu fuso “

Compartilhe!


O que acha? Adicione um comentário.
Este artigo sobre Como viajar com crianças, aborda alguns assuntos relacionados com Utilidades, e foi atualizado em 2011-06-17
Compartilhar
Compartilhar