Como fazer um cobertor de inverno

By

Como fazer um cobertor quente para o inverno

como fazer cobertorConfira aqui algumas dicas importantes para você construir seu próprio cobertor – Uma coberta acolchoada é constituída por uma camada de enchimento entre duas camadas de tecido, as quais se mantêm unidas por simples pontos corridos.

Camada superior do cobertor

Para a camada superior, ou tampo, utilize de preferência um tecido liso de espessura média, como algodão, popelina ou algodão com poliéster. No entanto, pode-se também utilizar um tecido estampado ou em PATCHWORK, ou ainda decorar um tecido liso com APLICAÇÕES ou BORDADOS, embora muitas vezes baste a pespontagem para criar um interessante padrão geométrico.

Camada inferior do cobertor

Para a camada inferior, ou forro, evite os tecidos que escorregam para que a coberta não caia da cama. Um pano de espessura média – como algodão fino, musselina ou flanela é o mais aconselhável. Pode-se também comprar pano de lençol numa cor que se harmonize com a do tampo.
Enchimento. Use enchimento de poliéster, que é quente, lavável, fácil de costurar e que existe numa vasta gama de larguras e espessuras.

Equipamento para o trabalho.

Para costurar os acolchoados, utilizam-se geralmente agulhas nºs 8 ou 9. Para tecidos mais espessos, a agulha mais indicada é a n= 7, e para tecidos finos ou delicados, a n= 10. Compre agulhas de 3,2 a 4 em de comprimento e veja com qual trabalha melhor.

A linha a ser usada deve ser forte.

A linha de algodão n> 40, o fio de seda ou de casear ou o retrós de poliéster são todos apropriados. Se você usar linha de algodão, passe-a por um pedaço de cera de abelhas para evitar que se desfie ou embarace.
Para peças pequenas, você pode comprar um bastidor redondo, de modo a manter as camadas bem esticadas enquanto trabalha. Os bastidores retangulares são também apropriados, embora para fazer cobertas seja melhor um bastidor especialmente construído para esse fim. Você precisará também de um dedal, uma tesoura de costura e tesoura para cortar os moldes.

Como medir e cortar as peças.

Faça o plano do modelo em papel milimétrico. Faça moldes de cartolina para os diferentes motivos do desenho. As filas de pespontos podem estar separadas umas das outras por um máximo de 15 em se o enchimento for de poliéster, porque este não forma nodosidades. Para compensar o encolhimento ocasionado pela pespontagem, o enchimento deve exceder em 2,5 cm em toda a volta as dimensões pretendidas para a coberta depois de pronta.
Pelo mesmo motivo, quando você cortar o tecido para as camadas superior e inferior, deixe em toda a largura uma margem de 2 a 5 cm.

Se você quiser que o forro sirva também para acabamento da margem, deverá cortá-lo com as dimensões do tampo acrescidas do equivalente ao dobro da margem desejada, mais 2 em para a bainha.
Como montar, alinhavar e acolchoar. Para reunir as camadas, coloque o forro, com o avesso para cima, sobre uma superfície bem plana; por cima, estenda o enchimento e o tampo.

Meça os quatro lados e marque o centro de cada um com um alfinete. Faça ilinhavos (v. COSTURA) ligando os pontos do meio dos dois lados opostos de modo a dividir o trabalho em quatro partes. Alinhave as três camadas a partir do centro (no cruzamento dos alinhavos anteriores), fazendo os alinhavos em disposição raiada.

Costure bem devagar e com muito cuidado

Os alinhavos são essenciais para um acabamento perfeito e sem rugas, especialmente se você fizer a coberta sem um bastidor. Não se ajoelhe nem se apóie sobre o tecido, pois poderá enrugar o enchimento ou o forro. Os alinhavos devem ser retirados à medida que se faz a pespontagem.

Trace todos os motivos do acolchoado no tampo usando moldes e giz de alfaiate.
Se você usar um bastidor, prenda bem a parte que está costurando. Comece à distância do braço e trabalhe em sua direção, fazendo pontos pequenos, corridos e iguais. Certifique-se de que cada ponto penetra nas três camadas.

Margens orladas

Dobre as margens do forro sobre o enchimento. Depois, dobre para baixo as beiras do tampo. Costure com ponto de bainha (v. BAINHA, PONTOS DE).
Margens viradas. Depois de pespontar, dobre a borda do forro. Em seguida, dobre sobre o tampo a margem de tecido do forro que vai servir de acabamento e costure com ponto de bainha. Nos cantos, 13 dobre o tecido em diagonal para fazer um canto em ângulo reto e costure cuidadosamente com ponto de bainha.